Blog UPBE | Musculação ajuda a emagrecer. Mito ou verdade?
466
post-template-default,single,single-post,postid-466,single-format-standard,qode-listing-1.0.1,qode-social-login-1.0,qode-news-1.0,qode-quick-links-1.0,qode-restaurant-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1300,qode-content-sidebar-responsive,qode-theme-ver-12.0.1,qode-theme-bridge,bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.4.2,vc_responsive

Musculação ajuda a emagrecer. Mito ou verdade?

Musculação ajuda a emagrecer. Mito ou verdade?

Você que pensa em emagrecer de uma maneira saudável já deve ter escutado ou lido algo sobre isso: a musculação atrapalha ou ajuda nesse seu objetivo de perder aqueles quilinhos indesejados? Vamos por partes.  Naturalmente, a maioria das pessoas acredita que o único tipo de exercício físico que ajudará é o aeróbico, como caminhadas, esteiras e bicicletas. Afinal de contas, possuem um elevado gasto calórico, certo?

O que nem todos sabem é que a musculação – ou exercício anaeróbico – também é um fator importante para a perda de peso. E mais: é fundamental para a manutenção da boa forma após o emagrecimento.

Uma série de estudos já comprovou que o treino com pesos também pode ser muito benéfico para o emagrecimento. O material apresentado pela Universidade Rhode Island comparou idosos que fizeram somente dieta e outro grupo que utilizava de dieta e treino de musculação.

LEIA TAMBÉM

Como manter os joelhos saudáveis e longe de lesões

Você sabe o que é treinamento funcional

Quando e como inserir exercícios físicos às crianças

Qual o melhor horário para treinar?

Após dois meses e meio, o resultado mostrou que o grupo que treinou musculação emagreceu em média quatro quilos de gordura, mantendo a massa muscular. Já o outro (apenas a dieta) também perdeu peso, mas reduziu apenas a massa muscular corpórea.

Musculação não significa apenas levantar peso

É importante deixar claro que musculação não significa necessariamente levantar peso: qualquer atividade que envolva estímulo neuromuscular, como ginástica localizada, se enquadra nesta categoria.

Aliás, o primeiro benefício do exercício anaeróbico é que, à medida em que o indivíduo ganha massa muscular (ou massa magra), sua taxa metabólica de repouso aumenta. Isso significa que, se antes ele gastava 2.000 kcal por dia nas atividades corriqueiras, como andar, dormir, tomar banho, ele passa a gastar mais com o aumento de músculo.

Em outras palavras, exercícios de força ajudam a desenvolver massa muscular. Esta, por sua vez, promove um aumento do ritmo metabólico. Um metabolismo mais elevado equivale a mais queima de gordura e, consequentemente, perda de peso. Por outro lado, dificulta o reganho de peso após o processo de emagrecimento, também por aumentar o metabolismo.

Percebeu como é importante, um completa o outro (exercício aeróbico e anaeróbico) e, desta forma, acaba com o mito de que a ‘musculação atrapalha no emagrecimento’? Mas antes de sair por aí querendo ficar com o corpo definido e emagrecer, saiba de um detalhe fundamental: procure um especialista no assunto. É essencial conhecer sua saúde, que tipo de exercício você pode (e deve) fazer e combinar tudo isso com uma dieta alimentar.

Compartilhe
Sem comentários