Blog UPBE | 10 dicas para não botar tudo a perder!
840
post-template-default,single,single-post,postid-840,single-format-standard,qode-listing-1.0.1,qode-social-login-1.0,qode-news-1.0,qode-quick-links-1.0,qode-restaurant-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1300,qode-content-sidebar-responsive,qode-theme-ver-12.0.1,qode-theme-bridge,bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.4.2,vc_responsive

10 dicas para não botar tudo a perder!

10 dicas para não botar tudo a perder!

Há um mito em relação ao ganho de peso nas festas de final de ano, acreditando-se que esse ganho é “modesto”, em torno de 2,5kg. No entanto a verdade é um pouco diferente disso – um estudo publicado em 2000 no New England Journal of Medicine (NEJM) quantificou o ganho de peso desse período acompanhando 165 pacientes – e o resultado trouxe algumas boas notícias e outras nem tanto.

O ganho de peso médio na época de festas é na verdade de 1,3Kg – bem menos do que os 2,5kg que se acreditava anteriormente. O grande problema é que nos indivíduos que já tinham sobrepeso ou obesidade, esse ganho de peso foi mantido pelo resto do ano, tornando-se um evento chave no ganho de peso da população adulta e na epidemia de obesidade nos EUA.

O desafio que se impõe é: como conciliar as delícias de natal e ano novo com a balança e a fita métrica?

Vamos ver então algumas dicas desse “manual de sobrevivência das festas de final de ano”:

  • Não fique com fome

Para evitar excessos, evite obviamente ficar com aquela fome voraz! A fome é um mecanismo que seu cérebro tem de sinalizar uma sugestão para comer. Quem consegue manter-se com menos fome, é claro, come menos! Intervalos muito grandes entre as refeições aumentam a sensação de fome e as chances do seu planejamento falhar. Um estudo na NEJM 2000 identificou indivíduos que resistiram com sucesso à tentação de comer – essa “resistência” foi  bem sucedida com intervalo médio de  3,25 horas após comer (nível médio de fome de 4,26, em uma escala de 1 a 10) enquanto nos indivíduos com intervalo de cinco horas por refeição esse nível de fome aumenta para 5,2.

  • Defina metas factíveis e controle suas escolhas

Vamos combinar que a época de final de ano é para relaxamento, compartilhar momentos com a família e diversão. É óbvio que “sair da linha” fará parte do processo – a não ser que você queira ser o mal humorado no canto do sofá o ano novo inteiro. Portanto, o importante é gerenciar os “riscos”. Tente planejar o seu consumo dos itens críticos, como alcóol e doces – e principalmente, mantenha o controle sobre seu planejamento. É interessante no seu planejamento deixar duas ou três porções “em aberto” (curingas) – assim, se surgir um prato irresistível, você não estraga seu planejamento – simplesmente gastou um dos seus curingas.

  • Controle o ritmo

Tão importante quanto planejar suas metas é controlá-las. Utilize os recursos tecnológicos disponíveis para controlar seu plano alimentar de fim de ano e seus “curingas” – para isso, uma lista no celular ajuda muito.

Veja mais no próximo post !! ….

Compartilhe
Sem comentários